Edir Macedo confirma contaminação por covid-19 e diz que tomou cloroquina

Em março, bispo tinha dito a fiéis para não se preocuparem com o vírus.


Líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono do grupo Record, o bispo Edir Macedo confirmou que foi infectado pelo novo coronavírus e que já se recuperou. 

De acordo com o portal R7, ele foi internado no último dia 8, no Hospital Moriah, em São Paulo, e a alta ocorreu nesta sexta-feira (12).

Macedo disse que entre os remédios que lhe foram receitados estava a hidroxicloroquina. “Tomei todos os medicamentos indicados pelos médicos, entre eles a hidroxicloroquina, e estou bem”, disse o líder religioso, que foi atendido por equipe coordenada pelos médicos Leandro Echenique e Ricardo Teixeira.

Em março deste ano, Edir Macedo disse, em uma live no Facebook, que os fiéis de sua igreja não deviam se preocupar com a propagação da covid-19. Ele atribuiu a tensão que o mundo vive com a doença a uma “tática de Satanás” e ao trabalho da imprensa.

“Meu amigo e minha amiga, não se preocupe com o coronavírus. Porque essa é a tática, ou mais uma tática, de Satanás. Satanás trabalha com o medo, o pavor. Trabalha com a dúvida. E quando as pessoas ficam apavoradas, com medo, em dúvida, as pessoas ficam fracas, débeis e suscetíveis. Qualquer ventinho que tiver é uma pneumonia para elas”, disse na ocasião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *